terça-feira, 28 de junho de 2011

Mensagem de força para todos amigos e associados


Não é digno de saborear o mel, aquele que se afasta da colmeia por medo das picadas das abelhas...

sexta-feira, 10 de junho de 2011

A REVOLTA DA CHIBATA E OS BOMBEIROS DO RIO DE JANEIRO




Abaixo publico texto que recebi de um companheiro do BPCHOQUE

A REVOLTA DA CHIBATA E OS BOMBEIROS DO RIO DE JANEIRO

No ano de 1910, ocorreu uma rebelião militar na Marinha do Brasil, mais conhecida como a Revolta da Chibata, porque até aquele ano o Brasil era tão atrasado que ainda CHICOTEAVA COMO ESCRAVO OS HOMENS LIVRES. O corpo militar contava com diferentes castigos físicos sob os membros inferiores, como cabos, soldados e sargentos, onde ocorria tanto na força do Exército quanto na Marinha.

Na Marinha qualquer desvio de conduta ocasionava em castigos com açoitamentos. Após a condenação do Marinheiro Marcelinho Meneses a 250 chibatas, em 1910, onde os demais marinheiros tiveram que “obrigatoriamente” assistir ao castigo, os mesmo se revoltaram. No dia 22 de novembro de 1910, os marinheiros se rebelaram e tomar posse do navio Minas Gerais, com isso, outros três navios aderiram ao movimento, sendo eles: São Paulo, Bahia e Deodoro.

Como líder, este movimento teve João Cândido, onde o comandante do navio de Minas Gerais juntamente com outros oficiais foram mortos e o conflito tomou outras dimensões, isto é, de luta armada que ocasionou também mortes do lado dos marinheiros. As reivindicações dos marinheiros eram apenas duas: “o fim dos castigos corporais e a melhoria na alimentação”, e assim solicitando suas reivindicações, João Candido enviou através do rádio uma mensagem ao Palácio do Catete (Rio de Janeiro que coincidência), dizendo que caso não fossem aceitas as mudanças exigidas pelos marinheiros, haveria um bombardeamento contra a cidade.

Os navios estavam ancorados na Baía de Guanabara, estando apontados diretamente para o centro da cidade, onde fez com que o presidente Hermes da Fonseca ficasse sem saída. Entretanto, com a iniciativa do senador Rui Barbosa, foi aprovado às reivindicações propostas pelos marinheiros e ainda nenhum deles seria preso. Assim, os marinheiros revoltosos se entregaram a autoridade, e os castigos corporais foram definitivamente encerrados, porém os líderes do movimento foram presos, inclusive João Candido. Com a precária condição da prisão muitos desses líderes presos morreram em cárcere, sendo que João Candido sobreviveu e foi absolvido pelo julgamento ocorrido em 1912. Desta forma, ficou conhecido como Almirante Negro que faleceu em 1969.

Meus amigos, passados 101 anos, pouca coisa mudou na cabeça dos mandatários políticos, hoje o tratamento dispensados aos militares em particular os policiais e bombeiros é outro. Hoje já não somos mais açoitados, somos humilhados miseravelmente, com um salário de fome, não temos fundo de garantia, não temos indenização, não temos horas extras, não temos plano de saúde, nem em ônibus podemos ir sentados. Eu não conheço nenhum profissional dentro do Brasil ou fora dele, que em seu juramente ele diga: “Com o risco da própria vida”, essa frase cai como uma luva aos policiais e bombeiros senão vejamos: Que classe trabalhadora vai de encontro a morte combatendo a bandidagem nas noite?, que classe trabalhadora muitas vezes recolhe cadáveres em estado de decomposição?, que classe trabalhadora entra em um estabelecimento prisional em rebelião?, que classe trabalhadora enfrenta os Sem Terras armados com foice, enchadas, facas?, em meus 26 anos de policial vi muitos amigos perderem suas vidas pelas balas de vagabundos protegidos pelos Direitos Humanos, Advogados de Porta de Cadeia, Leis Defasadas, vi suas esposas, filhos, pais, amigos, chorarem na hora do sepultamento, e os colegas policiais externarem todo o seu ódio e tristeza atirando para cima. Chorei muitas vezes a cada enterro com uma dor no peito, querendo fazer justiça com as próprias mãos.

Vendo a atitude de um certo Governador que desprovido de sensibilidade, caráter, capacidade administrativa. Manda policiais agredir os Bombeiros Cariocas e tive nojo. Os Bombeiros queriam apenas aumento de salário, era tudo o que eles queriam. Eles não queriam colocar dinheiro nas meias, nas cuecas, não lutavam para ter dinheiro nos paraísos fiscais, eles não queriam um mensalão, eles não queriam aumentar “escrotamente” os lucros das empresas “fantasma” 20 milhões em 4 anos, ou mesmo eles não lutavam para sair em passeatas LGBT com as viaturas, eles não pediam liberação para a maconha (como tá querendo um certo ex-presidente). Queriam apenas melhorar o salário e poder fazer uma feira digna e levar para seus filhos um pedaço de queijo, iogurte, frutas.

EU ME PERGUNTO, MUDOU ALGO EM 101 ANOS??? O GOVERNO DO RIO DE JANEIRO MUDOU A CHIBATA, POR BALAS, CASSETETE, PRISÕES, E O TRABALHADOR E CHAMADO DE VANDALOS.

PRA MIM O VERDADEIRO VANDALO ESTAR DENTRO DO PALACIO DA GUANABARA. E EM TANTOS OUTROS PALÁCIOS DENTRO DESSE BRASIL.

QUE A REVOLTA DA CHIBATA NÃO SEJA ESQUECIDA E SE REPITA !!!

Assina: Policiais e Bombeiros do Brasil.

terça-feira, 7 de junho de 2011

BLOG DA SEGURANÇA DE PERNAMBUCO: PMs FOGEM DO PJES (SERVIÇO EXTRA E VOLUNTÁRIO) E G...

BLOG DA SEGURANÇA DE PERNAMBUCO: PMs FOGEM DO PJES (SERVIÇO EXTRA E VOLUNTÁRIO) E G...: "Depois da evasão dos PMs do P.O.G.V.(policiamento ostensivo geral voluntário) o governo ou o alto escalão da PMPE resolveu pagar duas cotas ..."

Campanha: Diga Não ao PJES


Amigos todos estão falando: Chegou a Hora, recebemos vários e-mails que tratam sobre isso, onde todos falam da importância de boicotarmos o PJES (POGV), exigirmos respeito e mostramos nossa indignação sobre valores do nosso salário.

Vocês sabiam que todos os peritos criminais e legistas recebem o PJES (POGV), sem ter que tirar horas extra? que alguns delegados recebem 02 (dois) PJES no mesmo mês? Que podem acumular o PJES com a gratificação de titular das delegacias (igual às gratificações de comando - GEC)?

Pois é amigos estamos sendo tratados feito lixo e temos que nos impor, convocamos todos a não se inscreverem no PJES (POGV), vamos boicotar agora em julho e agosto, vamos juntos mostrar nossa força! Corramos pra cima.

Abaixo o PJES!


sábado, 4 de junho de 2011

Nossa luta continuará Em resposta às agressões do Governo de Pernambuco

Imagem

Prezados amigos e associados, o governo que nos calar de todas a formas, plantam mentiras, nos indiciam em crime de insubordinação, o Comandante Geral sugere que sejamos submetidos à Conselho de Justificação, não autorizaram minha férias, licença especial, nos colocaram em outro horário de expediente 13hs às 18hs, fora da sede do nosso 13° BPM, cortaram código de descontos das entidades, transferiram oficiais que tiveram a nobreza de mostra a indignação com situação salarial, estão abrindo processos de investigação pela corregedoria para apurar quais foram os oficiais que faltaram às aulas do CAO (Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais), par de forma democrática ir à Assembleia Legislativa de Pernambuco, casa do povo, externar a insatisfação, em fim uma série de "PIXOTADAS" de um governo dito democrático e no mínimo muito mal assessorado.

O fato é que estamos aqui afirmando que não nos renderemos à essas pressões, tudo isso vai passar e vamos continuar mobilizados e sensibilizando a tropa e a opinião pública sobre nossa situação, por isso estamos intensificando nossas ações nesse período de festejos juninos e de "comemoração" do aniversário da PMPE, se bem que não temos muito o que comemorar, mas vamos continuar protestando, criticando cobrando e sugerindo melhorias para nossa categoria, que é o mister da nossa entidade:

NÃO NOS CALAREMOS.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Último adeus ao Soldado Douglas




Estamos mais uma vez alertando e faz tempo que fazem ouvido de mercador, vamos responsabilizar quem tiver escalando os PMs sem habilitação adequada.


video

Mais um PM sem habilitação para dirigir veículos de emergência tomba sem vida







Mais um PM (DOUGLAS MARIVEL DA SILVA JUNIOR) sem habilitação para dirigir veículos de emergência tomba sem vida com moto da PMPE, até quando vamos tolerar isso e quem vai pagar por isso?

Art. 145. Para habilitar-se nas categorias D e E ou para conduzir veículo de transporte coletivo de passageiros, de escolares, de emergência ou de produto perigoso, o candidato deverá preencher os seguintes requisitos:

I - ser maior de vinte e um anos;

II - estar habilitado:

a) no mínimo há dois anos na categoria B, ou no mínimo há um ano na categoria C, quando pretender habilitar-se na categoria D; e

b) no mínimo há um ano na categoria C, quando pretender habilitar-se na categoria E;

III - não ter cometido nenhuma infração grave ou gravíssima ou ser reincidente em infrações médias durante os últimos doze meses;

IV - ser aprovado em curso especializado e em curso de treinamento de prática veicular em situação de risco, nos termos da normatização do CONTRAN.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

O QUE A NOTA DO COMANDO GERAL NÃO MOSTRA, A ASS-PE EXPLICA COM DETALHES.

Parece repetitivo, mas não é. Muitos Companheiros Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco AINDA NÃO NOTARAM AS PERDAS COM ESTA PROPOSTA DO GOVERNO. Vou tentar esclarecer o por que AS ENTIDADAES NÃO CONCORDAM com esta política salarial. Passamos a expor:


ESCALONAMENTO VERTICAL O QUE É?

É um percentual que cada Militar recebe como soldo, baseado no soldo do Coronel.

O SOLDO dos Militares de Pernambuco tem como base, para determinar o soldo dos demais Militares, o Soldo do Coronel. Isto é o escalonamento vertical. A lei ATUAL assim determina. Por iniciativa do governo, na Assembléia Legislativa, Esta lei foi modificada E NOVOS PERCENTUAIS SERÃO APLICADOS a partir de JULHO DE 2011 A JUNHO DE 2014. Veja como é o escalonamento nos dias atuais e como ficará.

QUEBRA DO ESCALONAMENTO VERTICAL.

PERCENTUAIS ANTES E DEPOIS DA MUDANÇA:

ANTES E AGORA (2011).

Coronel - 100% Coronel - 100%

Tenente-coronel de 92,56% para 84,59%

Major de 81,69% para 68,60%

Capitão de 69,54% para 57,25%

1º Tenente de 57,33% para 50,03%

2º Tenente de 52,07% para 44,87%

Subtenente de 44,01% para 39,44%

1º Sargento de 40,41% para 34,04%

2º Sargento de 35,98% para 29,40%

3º Sargento de 34,11% para 25,27%

Cabo de 22,26% para 21,66%

Soldado de 21,86% para 19,48%


QUANTO CADA UM PERDE COM A QUEBRA DO ESCALONAMENTO VERTICAL? (Exceto os Coronéis).

CORONEL: Recebe 100% do soldo. Com a mudança na lei continuará recebendo 100%. Diferença em R$ 0,00, ou seja, NÃO PERDE NADA.

TENENTE-CORONEL: Atualmente recebe 92,56% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passará a receber 84,59%, MENOS 7,97%. PERDA de R$ 695,38

MAJOR: Atualmente recebe 81,69% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passará a receber 68,60%, MENOS 13,09%. PERDA de R$ 1.142,10.

CAPITÃO: Atualmente recebe 69,54% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passará a receber 57,25%. MENOS 12,29%. PERDA de R$ 1.072,31.

1º TENENTE: Atualmente recebe 57,33% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passará a receber 50,03%. MENOS 7,30%. PERDA de R$ 636,93.

2º TENENTE: Atualmente recebe 52,07% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passará a receber 44,87%. MENOS 7,20%. PERDA de R$ 628,20.

SUBTENENTE: Atualmente recebe 44,11% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passará a receber 39,44%. MENOS 4,91%. PERDA de R$ 428,40.

1º SARGENTO: Atualmente recebe 40,41% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passará a receber 34,04%. MENOS 6,37%. PERDA de R$ 555,78.

2º SARGENTO: Atualmente recebe 35,98% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passará a receber 29,40%. MENOS 6,58%. PERDA de R$ 574,10.

3º SARGENTO: Atualmente recebe 34,11% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passará a receber 25,27%. MENOS 8,84%. PERDA de R$ 771,30.

CABO: Atualmente recebe 22,26% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passará a receber 21,66%. MENOS 0,60%. PERDA de R$ 52,35.

SOLDADO: Atualmente recebe 21,86% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passará a receber 19,48%. MENOS 2,38%. PERDA de R$ 207,65.

Esses valores são correspondentes a 2011. Para 2014 a soma das perdas aumenta ainda mais.


VEJA SE ASSIM FICA MAIS CLARO:

SE O ESCALONAMENTO NÃO FOSSE QUEBRADO VEJA COMO SERIA O SEU SOLDO.

CORONEL: R$ 8.725,00 (Base para os demais soldos). NÃO PERDEU!!

TENENTE-CORONEL: R$ 8.075,86 E NÃO R$ 7.380,48 (Perda R$ 695,38 )

MAJOR: R$ 7.127,45 E NÃO R$ 5.985,00;( Perda R$ 1.142,10)

CAPITÃO: R$ 6.067,36 E NÃO R$ 4.995,00; (Perda R$ 1.072,31)

1º TENENTE: R$ 5.002,04 E NÃO R$ 4.365,00; (Perda R$ 636,93)

2º TENENTE: R$ 4.543,10 E NÃO R$ 3.915,00; (Perda R$ 628,20)

SUBTENENTE: R$ 3.848,59 E NÃO R$ 3.420,00; (Perda R$ 428,40)

1º SARGENTO: R$ 3.525,77 E NÃO R$ 2.970,00; (Perda R$ 555,78)

2º SARGENTO: R$ 3.139,25 E NÃO R$ 2.565,00; (Perda R$ 574,10)

3º SARGENTO: R$ 2.976,09 E NÃO R$ 2.205,00; (Perda R$ 771,30)

CABO: R$ 1.942,18 E NÃO R$ 1.890,00; (Perda R$ 52,35)

SOLDADO: R$ 1.907,28 E NÃO R$ 1.700,00. (Perda R$ 207,65).


GRATIFICAÇÃO DO RISCO DE VIDA EM 2014.

Com o que perdemos com a quebra do escalonamento vertical, a gratificação de risco de vida saiu do próprio soldo, ou seja, quem estará pagando a gratificação de risco de vida seremos nós mesmos. Veja este exemplo:

Em 2014 o Soldado terá a gratificação de risco de vida de R$ 500,00. (veja tabela nas postagens abaixo e compare). O soldo do Coronel será, em 2014, R$13.160,95. SE O ESCALONAMENTO VERTICAL fosse mantido o soldo do Soldado seria R$ 2.876,98. Com a quebra do escalonamento, o soldo ficou em R$ 2.319,88. Uma diferença de R$ 557,10 para menos. O risco de vida será de R$ 500,00, ou seja, será pago com o que tirado do próprio soldo. Os demais Postos e Graduações a matemática é a mesma.


PERDA DA PROMOÇÃO NA RESERVA.

Quando o Coronel José Lopes era o Comandante geral, este assunto foi bastante discutido e REJEITADO pelas associações. Entendemos que a promoção na passagem para a inatividade é um direito nosso e não tinha sentido colocar em discussão.

COM A MUDANÇA DA LEI EGORA EM 2011.

Não acabaram com a promoção, mas anularam os seus efeitos. Veja este exemplo:

Em 2014, ao passar para a inatividade o Militar só terá direito ao SOLDO. Observe que o soldo mais a gratificação do risco de vida do Posto ou graduação inferior É JUSTAMENTE O VALOR DO SOLDO imediatamente superior. Vejamos:

Partindo do ponto de vista que todos os Soldados serão Cabos na ativa, serão Sargentos na reserva (em tese). Em 2014 o soldo do Cabo será de R$ 2.819,88 mais a gratificação do risco de R$ 548,92, totalizando R$ 3.368,80 (CABO DA ATIVA -VALORES BRUTO SEM DESCONTOS). O Soldo do Terceiro SARGENTO NA RESERVA será de R$ 3.368,80.


PEGADINHA SEM GRAÇA.

Entendeu agora? O SOLDO do TERCEIRO SARGENTO NA RESERVA será exatamente OS VENCIMENTOS do Cabo na ativa. Promove, mas não tem repercussão financeira nenhuma. Vai para a reserva com o que ganhava na ativa, mas é o mesmo que acabar com a promoção ou eliminar os seus efeitos. É apenas “colar” estrela ou divisas e não modificar a situação financeira. Do Tenente-coronel ao Soldado a situação é idêntica.




ISSO DO TENENTE-CORONEL AO SOLDADO.


DESTAQUE:

Os únicos que levam realmente a gratificação do Risco de vida são os Coronéis como verba compansatória. Enquanto os demais ficam apenas com o Soldo, os Coronéis levam para a reserva o soldo mais a gratificação do risco de vida.

MAIS PERDAS:

Aos mais antigos, além de perderem de fato a promoção, ainda perdem os quinquênios (gratificação por tempo de serviço). Para se ter uma idéia, tomando como base o soldo do Terceiro Sargento, na média de dois quinquênios, a perda é a seguinte:

Soldo R$ 3.368,80 (ATENÇÃO: em 2014). Dois quinquênios R$ 336,88 (o governo cortou). Isso significa que dos R$ 3.368,80, R$ 336,88 saiu do próprio salário, então na real o soldo (para alguns será ainda pior) deveria ser de R$ 3.705,68. Os demais Postos e Graduações também terão a mesma perda, respeitadas as proporções do tempo de serviço de cada um.

TRADUZINDO:

Cortaram direitos, eliminaram os efeitos da promoção e continuará a diferença entre ativos, inativos e pensionistas. Em 2014 OS VENCIMENTOS (bruto) do Soldado será de R$ 2.819,88. Apenas com o desconto de 13.5% do funafim (R$ 380,68) , a média em 2014 será de 2.439,19. Aqui será alcançado pelo o imposto de renda e o desconto serámaior. Ainda descontará C.A.S, clube, associação, Sismepe na medida de 1% para cada dependente (Esposa, filhos...). Sobra mais ou menos R$ 2.300,00 (média geral).

VOCÊ TEM O DIREITO DE SABER E NÓS O DEVER DE INFORMAR.

Por esses e outros motivos é que conclamamos os senhores a participarem da movimentação permanente com o objetivo de modificarmos essas discrepâncias. Que os Coronéis permaneçam com esses valores, MAS QUE O ESCALONAMENTO VERTICAL SEJA REIMPLANTADO E RESPEITADO IMEDIATAMENTE. TRATAMENTO IGUAL ENTRE ATIVOS, INATIVOS E PENSIONISTAS.

Fonte: http://sgtarnaldolimape.blogspot.com/2011/05/o-que-nota-do-comando-geral-nao-mostra.html