sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Transferência injustificada de PMs do Sertão para a Capital

O governo de Pernambuco mostra mais uma vez como trata os militares do estado, transfere aleatoriamente para longe das famílias, PMs do Sertão Pernambucano para a capital, e ainda querem que fiquemos calados, nós dirigentes das associações não nos calaremos, não adianta abrir IPM (Inquérito Policial Militar), sindicâncias e conselhos, pois estamos em nosso papel constitucional, talvez seja uma batalha como a da figura ao lado, mas a luta continuará!

DOE de 12 de janeiro de 2012, Página 17

PORTARIAS DO SECRETARIO DE DEFESA SOCIAL

O Secretário de Defesa Social, no uso de suas atribuições, e considerando a proposta do Comandante Geral da Polícia Militar, no sentido de promover alguns ajustes operacionais pontuais em unidades da corporação; Considerando a necessidade de adequação do quantitativo mínimo de policiais, lotados e em exercício, nas Áreas Integradas de Segurança, de acordo com o art. 2º do Decreto nº.36.849 de 22 de julho de 2011; Considerando o objetivo de imprimir um maior dinamismo nas atividades operacionais para cumprimento das metas de redução de CVLI e CVP, estabelecidas no Pacto pela Vida; Considerando a autorização do Excelentíssimo Senhor Governador do Estado expressa no Ofício 39/2012-GG/PE, na forma do que dispõe o art. 5º, do citado diploma legal, RESOLVE:

Nº 123, DE 11JAN2012 - Transferir do 5º BPM para o 18º BPM os policiais militares: Cabo PM Cícero Pereira da Silva, matrícula nº 23804-0; Soldado PM Francinaldo do Nascimento Silva, matrícula nº 103481-2; Soldado PM Ednilton Ribeiro de Araújo, matrícula nº 103252-6; e Soldado PM Yulo Eugênio Quibaxá de Araújo, matrícula nº 921081-4.

Nº 124, DE 11JAN2012 - Transferir do 5º BPM para o 19º BPM, os policiais militares: Cabo PM Francisco Carlos de Oliveira, matrícula nº 28316-9; Cabo PM Sérgio Soares da Silva, matrícula nº 23795-7; Soldado PM Jilmar Vieira Nascimento, matrícula nº 950618-7; e Soldado PM Marcos Antônio Araújo Costa, matrícula nº 31867-1.

Nº 125, DE 11JAN2012 - Transferir do 5º BPM para o 16º BPM, os policiais militares: Cabo PM Francisco Pereira Lino, matrícula nº 29832-8; Cabo PM Adilson Varjão Marques, matrícula nº 28295-2; Soldado PM Rafael Francisco da Silva Leite, matrícula nº 950416-8; e Soldado PM Cláudio César Alves Silva, matrícula nº 980802-7.

Nº 126, DE 11JAN2012 - Transferir da 7ª CIPM para o 6º BPM, os policiais militares: 2º Sargento QPMG Vanildo Andrade, matrícula nº 23740-0; Cabo QPMG José Wilson da Silva, matrícula nº 29845-0; Soldado PM José Gildemar Guimarães, matrícula nº 951035-4; e Soldado PM José Ronaldo Pires de Menezes, matrícula nº 30554-4.

Nº 127, DE 11JAN2012 - Transferir do 7º BPM para o 11º BPM, os policiais militares: Cabo PM Félix Alexandre Gomes da Silva, matrícula nº 26135-1; Cabo PM Eraldo Carlos da Silva, matrícula nº 
26228-5, Soldado PM José Rone Peixo Nº 127, DE 11JAN2012 - Transferir do 7º BPM para o 11º BPM, os policiais militares: Cabo PM Félix nº 26135-1; Cabo PM Eraldo Carlos da Silva, matrícula nº 26228-5, Soldado PM José Rone Peixoto, matrícula nº 921044-0; e Soldado PM Carlos Francisco Ferreira Nunes, matrícula nº 921070-9.

WILSON SALLES DAMAZIO
Secretario de Defesa Social



2 comentários:

Vlademir Assis disse...

Pelo decreto 36.849, o 5º BPM deveria ter 600 PMs, estão tirando logo os mais antigos, mudou a hierarquia na PMPE?

PROFESSOR RIBEIRO disse...

Os governantes confundem (ou assim tratam por conveniencia)polícia com política. É preciso humanizar as relações entre os políticos e a polícia, e por via de consequencias, teremos a polícia socialmente desejada. Infelizmente, aquele trabalha projetando-se para o futuro, utilizando a instituição polícia, como instrumento de manipulação política.Viveremos num melhor tempo e em harminioso compasso quando "eles' tratarem a instituição policial como a mais essencial das funções do Estado Democrático de Direito.