sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Eduardo deve achar que pode tudo | Política | Acerto de Contas | Economia, Política e Atualidades

NÃO SE FAZ DEMOCRACIA SEM OPOSIÇÃO

Nas últimas duas semanas o Governador Eduardo Campos protagonizou o que de pior acontece a uma pessoa que governa sem oposição: a falta de humildade.

Em quinze dias o seu Governo foi responsável por dois episódios lamentáveis: a desnecessária e pouco inteligente agressividade policial com estudantes e o cheque em branco dado a Isaltino Nascimento, flagrado embriagado em uma blitz dirigindo uma Hilux paga com os cofres públicos.

Sobre o caso dos estudantes muito já se falou, inclusive questionei o que queria o Governo com isso. Não entrarei mais neste mérito.

Mas a declaração do Governador em relação ao Secretário Isaltino Nascimento é um verdadeiro deboche.

O pior é que não apareceu até agora ninguém da oposição na Assembleia, eu disse NINGUÉM, para falar nada. A oposição se acoelhou completamente. Uma vergonha completa.

Aliás, ninguém aparece para falar nada mais neste Estado. Ninguém questiona o fato do Secretário de Saúde ser o Ongueiro do Imip e pagar a ele mesmo, se autogerenciar. Ninguém questiona a nomeação de parentes de Eduardo para o Tribunal de Contas. Ninguém questiona o fato de passarmos 30 anos pagando milhões de reais mensais para a construção de um estádio.

Não se questiona mais nada.

É o obscurantismo indireto.

Já disse aqui mais de uma vez: não se faz democracia sem oposição.

Eu sou daqueles que acha que Eduardo faz um bom Governo e sua preocupação com a gestão é algo a ser elogiado. Pela primeira vez se tem sistemas de monitoramento e o mínimo de metodologia para melhoria gerencial.

Ele tem tudo para representar um bom papel na esfera federal, que já não aguenta mais esse bipartidarismo artificial PT-PSDB. Eu mesmo confesso que se fosse hoje provavelmente votaria nele, por enxergar que pode representar uma alternativa interessante de gestão.

Mas atos como esse só demonstram que Governo precisa de vigilância constante, inclusive para ter humildade quando erra.

Eduardo está perdendo uma grande chance de se mostrar para a opinião pública como um governante diferenciado. Na hora que vier à tona estes fatos na mídia nacional não faltarão aqueles choramingos reclamando de preconceito contra o Nordeste, e blá blá blá. Aì já será tarde.

O pior é que Eduardo Campos está fazendo suas próprias leis. Segundo o que disse pela manhã, não há crime algum praticado pelo Secretário.

Vamos rememorar o Governador, que parece que anda esquecido.

  1. Quer dizer que dirigir embriagado não é crime?
  2. Quer dizer que qualquer funcionário público pode pegar um carro pago com dinheiro público e sair bêbado por aí? Isso não é passível de exoneração?

Citou o caso de um juiz, que flagrado na Lei Seca não pode perder o emprego. Esquece que há uma pequena diferença entre um concursado e um cargo comissionado. Os dois são graves, mas uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.

Claro que ninguém está acreditando na estória de Isaltino, que diz que paga o carro com seus próprios recursos. A explicação beira o ridículo, já que o aluguel de um carro como este é maior que seu salário.

Seria abusar demais da inteligência alheia, então é melhor fazer de conta que isso não existe. Mas claro que vamos acabar descobrindo como esse carro foi parar nas mãos de Isaltino. É questão de tempo…pouco tempo.

Mas a culpa disso tudo no fundo é nossa, que deixamos a oposição ser esmagada e que às vezes aceitamos argumentos toscos e maniqueístas para justificar o voto na esquerda a qualquer custo.

Para essa turma do pensamento único, ou se é de direita ou anarquista lunático.

E essa mesma discussão vai aparecer na eleição deste ano para Prefeito. Como se ninguém tivesse mandado reprimir estudantes ou não existisse um Secretário dirigindo embriagado às nossas custas.

E para finalizar, Eduardo ainda soltou uma pérola: “Isaltino não pode ser discriminado por ser Secretário”.

Exonerar Isaltino não é discriminação, é obrigação.

Fonte: http://acertodecontas.blog.br/politica/eduardo-deve-achar-que-pode-tudo/

3 comentários:

Policial gabriel disse...

Caro Cap. Assis. Sou SD 106 mil. Vejo este inferno acontecer na bahia e estou revoltado com os abusos. Seria interessante organizarmos uma passeata em favor dos PMBA urgentemente. Assim teríamos atenção nacional e não poderemos ser punidos. É uma ótima oportunidade de aparecer sem correr riscos. Irá criar uma ? na população Pernambucana...
Espero que o Sr. nos lidere tendo em vista ser mais difícil excluir o Sr. do que um praça!
Quem sabe faz a hora não espera acontecer...

Vlademir Assis disse...

Hoje (14/03/2013) serei ouvido em um IPM (Inquérito Policial Militar), mais um entre tantos que respondo pela luta de classe, só pelo simples fato de ter publicado essa matéria que saiu no Blog Acerto de Contas (http://acertodecontas.blog.br/politica/eduardo-deve-achar-que-pode-tudo ), é mole ou quer mais?

Vlademir Assis disse...

Pronto após ouvido NADA A DECLARAR, SÓ FALAREI EM JUÍZO SE FOR O CASO...